• Dawton Valentim

Nem tudo precisa entrar no seu Lattes

Atualizado: 24 de abr.

No primeiro dia de aula da disciplina de Teorias Linguísticas, quase 9 anos atrás, a professora Letícia Ferreira perguntou quem já tinha Currículo Lattes. Uns três alunos, de uma turma de 40, levantaram as mãos. “Tarefinha de casa”, disse a professora, “se cadastrar na plataforma Lattes”.


A professora, na época, tinha mais de 40 páginas de currículo. Foi a primeira vez que “stalkeei” alguém pela plataforma do CNPq. 😁😅


Ao longo da graduação, tornei a atualização do Lattes um hábito, encarando menos como uma burocracia e mais como parte da minha participação na vida acadêmica. Por isso, e também por uma imaturidade típica desse momento de formação, incluí lá tudo o que ia fazendo e que era certificado. Assim, meu Lattes, até um tempo atrás, era um registro de memória, uma espécie de linha do tempo.


Hoje, tanto como efeito natural da cultura de busca por horas complementares da graduação quanto pelo advento de perfis e blogs de assessoria acadêmica para processos seletivos, percebo muitas pessoas fazendo o mesmo: incluindo tudo o que fazem no Lattes.


Foi durante a Iniciação Científica e como resultado de minha trajetória no corpo editorial da revista Entrepalavras que percebi:


  1. o Lattes é sua vitrine acadêmica e é por lá que outros pesquisadores saberão um pouco mais de sua trajetória e de seus interesses de pesquisa, o que reforça a importância de você concentrar lá informações relevantes sobre sua(s) área(s);

  2. quantidade, especialmente no Lattes (embora não só lá), nem sempre é sinônimo de qualidade! Se o currículo é sua vitrine e você inclui lá uma série de informações a fim de conseguir mais linhas ou páginas, dificulta o acesso ao que realmente importa (além de ser brega);

  3. se a intenção é aumentar os pontos que seu currículo receberá num processo seletivo, tenha em mente que nem todo processo possui a etapa de análise de currículos, principalmente os de mestrado, e, quando possui, não contabiliza absolutamente tudo que está lá, concentrando-se em pontos como artigos acadêmicos, participação em eventos, publicação de livros etc.;

0 comentário

Posts recentes

Ver tudo