• Dawton Valentim

O que é avaliação por rubrica?

Atualizado: 24 de abr.

Rubricas, aqui, estão longe de serem assinaturas abreviadas ou indicações cênicas próprias de textos teatrais. Tratam-se, aqui, de critérios de avaliação. Embora tenham ganhado mais evidência com o ensino remoto, é fato que a avaliação por rubricas já acontece há bastante tempo.


Mas também é fato que sua utilização se perde, facilmente, na rotina apertada da docência brasileira, de modo a não transformar a avaliação em um instrumento qualitativo, como pressupõe, mas, sim, engrossando o conjunto de práticas repetitivas do cotidiano escolar. Para serem efetivas, elas precisam ser mais do que o mero preenchimento de tabelas.


Para Lüdke (2004), rubricas são categorias de avaliação que podem ser usados em cursos, programas ou atividades e que permitem avaliar estudantes, considerando, em um contínuo, todo o esforço empenhado no processo de aprendizagem, para além da simples quantificação. Stevens e Levi (2005) dizem, ainda, que “uma rubrica de avaliação é uma ferramenta que indica, em uma escala, as expectativas específicas para uma determinada tarefa“.


Rubricas são critérios de avaliação, geralmente expressos em tabelas, em que as dimensões avaliativas são segmentadas em níveis de desempenho. Esses níveis podem ser quantificados, para a atribuição de notas objetivas, ou expressos por meio de conceitos, abrangendo, para além dos extremos 0 e 10, níveis intermediários.


Embora demandem tempo de elaboração, as rubricas tornam o processo de avaliação mais colaborativo, transparente e prático, uma vez que os descritores podem ser acessados tanto pelo professor como pelos estudantes. Ademais, elas podem apreender diferentes espectros de aprendizagem, valorizando o contexto e o processo.


Entre os elementos que não podem faltar na configuração de uma rubrica produtiva, estão: a descrição da tarefa a ser avaliada; as dimensões, categorias ou critérios de avaliação; os níveis ou estágios de desempenho; e a descrição desses segmentos, com uma linguagem objetiva e direta.

0 comentário

Posts recentes

Ver tudo